Se você já pensou em viajar para o exterior, sabe que precisa aprender a se virar em outro idioma. As escolas de idiomas, como a Fisk, garantem um conteúdo e método que tornam as pessoas fluentes em inglês e espanhol. Porém, somente o domínio da língua não basta, em alguns casos. É preciso provar que sabe, principalmente se quiser ser professor de idiomas. E justamente aí surgem os testes de proficiência. 

Para quem serve?

Não existe um público certo para os exames. Depende muito do que a pessoa quer fazer com o certificado. Há vários tipos de exames em que a pessoa terá seu espanhol testado, podendo receber um certificado de idioma intermediário ou fluente. Servem também para dar aula, caso seja declarada a fluência. Além de ser uma ótima qualificação para o currículo. Para quem quer passar uma temporada fora do país, esta pode ser a prova de fogo.

Para profissionais que trabalham com ensino de línguas espanhola ou inglesa, o exame de proficiência é essencial no currículo, apesar de não ser um pré-requisitos para seguir carreira. O exame  é mais procurado e feito por quem quer trabalhar ou estudar fora do país, e vê no mundo a fora uma oportunidade de crescimento, financeiro e pessoal.

Habilidades exigidas no exame

Leitura, escrita, gramática e expressão oral. É necessário, portanto, ter estudado o idioma por alguns anos e treinar especificamente para o exame.

Exames de proficiência em inglês:

MET – Michigan English Test: O exame MET, realizado pela Cambridge Michigan Language Assessment, avalia a proficiência do estudante nas mais diversas competências. Contextos sociais, profissionais, leitura e gramática são um exemplo. A certificação tem validade de 2 anos, é gratuita e pode ser realizada em todas as unidades Fisk espalhadas pelo Brasil.

TOIEC – Test of English for International Communication: voltado para o âmbito corporativo, o TOIEC avalia habilidades mais práticas como ligações telefônicas, viagens e comunicação em negócios. Também tem dois anos de validade e possui dois módulos de certificação separados: Listening and Reading e Speaking and writing.

Cambridge: Com validade permanente, a Cambridge University oferece o teste de proficiência, bastante valorizado na Europa. Possui 5 níveis diferentes: básico (KET), intermediário (PET), Intermediário superior (FCE), avançado(CAE) e proficiência (CPE). O custo é R$915,0 para fazer o teste de proficiência em inglês.

TOEFL – Test of English as a Foreign Language: o teste é realizado em mais de 2.500 unidades em 50 países. Possui duas modalidades: ITP (para contextos acadêmicos) e IBT, que testa a capacidade de assimilação e compreensão oral e auditiva do candidato.

IELTS – International English Language Testing System: Especialmente solicitado por países como Reino unido, Austrália e Canadá, em requisitos empresariais, acadêmicos e até imigração. O seu custo é R$800,00 e não possui prazo de validade.

Exames de proficiência em espanhol:

SIELE – Servicio Internacional de Evaluación de la Lengua Española: realizado inteiramente online, o SIELE é um dos exames mais completos em proficiência em espanhol. Contempla leitura, compreensão, expressões e outros aspectos. Leva duas horas para ser completado e possui validade de 5 anos. 

DELE: É o certificado oficial do Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha e do Instituto Cervantes. Pode ser utilizada para pedidos de bolsas de estudo e como porta de entrada em universidades. Tem-se três níveis: básico, intermediário e avançado. Tendo o diploma de nível avançado, pode-se dar aulas de espanhol. O teste tem questões de múltipla escolha, interpretação de texto e gramática. Há também testes de compreensão auditiva, redação e expressão oral. Pode ser feito em institutos e casas de cultura hispânica, além de colégios de língua espanhola. 

 


Ao escolher seu teste, procure um que realmente seja útil para tudo que você pretende. A decisão deve ser pensada com critérios que vão além do custo. Se precisa de ajuda para estudar para o seu exame, entre em contato com a Fisk, e matricule-se hoje mesmo. 

 

Escrito por Fisk